Search

Operação Natal 2023: Paraná tem 101 acidentes em rodovias federais, com dez mortes e 107 feridos

Londrina – APRF (Polícia Rodoviária Federal) no Paraná encerrou às 23h59 desta segunda-feira (25), a Operação Natal 2023, iniciada no último dia 22. Usuários mais frágeis nas rodovias (pedestres, ciclistas e motociclistas) foram os mais vitimados.

ACIDENTES

Foram registrados 101 sinistros (novo termo trazido pelo código de trânsito para acidentes) pelas rodovias federais do estado, resultando em dez pessoas mortas e 107 pessoas feridas.

As dez mortes ocorreram em ocorrências diferentes, com todas as causas atribuídas a fatores humanos: excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas, desatenção e desrespeito às normas de trânsito.

Todos estes acidentes ocorreram com pista seca e mais da metade deles ocorreram em trechos de reta.

Dos mortos, três eram pedestres, dois trafegavam em bicicletas e dois em motocicletas. Os três sinistros com pedestres ocorreram em período noturno.

INTERDIÇÃO EM MORRETES

No começo da noite do dia 23, na BR-277, em Morretes, o tombamento de uma carreta carregada com 37 toneladas de óleo vegetal, resultou no óbito do condutor, um homem de 61 anos, e ocasionou uma interdição total de via que se estendeu até a tarde do dia 24, com prejuízo para milhares de usuários da rodovia. O óleo espalhado pela via demandava limpeza especializada, com materiais e recursos específicos.

Durante a interdição, a PRF atuou para controlar o fluxo de veículos, executando bloqueios e operações de retorno para tirar a maior quantidade possível de veículos das filas. Ainda, atuou distribuindo água e coordenando com os órgãos responsáveis para agilizar a desinterdição da via.

Outros órgãos estaduais auxiliaram durante o período. O cronotacógrafo do veículo estava vencido desde 2021. O sinistro está sendo investigado pela perícia da Polícia Civil.

MORTE DE CICLISTA EM CONTENDA

Na manhã do dia 23, ocorreu o tombamento de uma carreta na BR-476, no município de Contenda. A princípio, tratava-se de sinistro sem vítimas. Entretanto, quando a carreta foi destombada, no final da tarde, descobriu-se que embaixo desta estava o corpo em óbito de um jovem de 16 anos.

A via é sinalizada com velocidade máxima de 60 km/h, entretanto a fita do cronotacógrafo revelou que a carreta estava a aproximadamente 80 km/h no momento do tombamento.

FLAGRANTES DE INFRAÇÃO NO TRÂNSITO

Principal circunstância envolvendo sinistros com óbito, o excesso de velocidade foi flagrado com a utilização de radar de imagens. 5148 condutores foram autuados pela infração.

A segunda maior circunstância envolvendo os sinistros com óbito, foram flagrados 384 veículos realizando ultrapassagens proibidas. Conforme o tipo de ultrapassagem proibida flagrada, a conduta pode ser punida com multa de mais de R$ 1.400. O número reflete um aumento de 125% de flagrantes, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

EDUCAÇÃO E FISCALIZAÇÃO

A PRF realizou no período um esforço na fiscalização e na educação de condutores e passageiros, realizando ações de educação em comandos nas rodovias e em terminais rodoviários. 3287 receberam palestras sobre cuidados básicos com a segurança.

Quanto à fiscalização, 2.411 veículos foram abordados e fiscalizados, com foco nos equipamentos de segurança: cinto de segurança, dispositivo de retenção para crianças e capacete.

Fonte: O Bonde

PlayFM - Ao vivo
PlayTV - Ao vivo
Contato

Fale com a gente!