Search

Justiça determina o bloqueio de bens do prefeito de Porecatu por fraudes em licitações

Porecatu – Atendendo ao pedido do MPPR (Ministério Público do Paraná) em ação civil pública, o Judiciário determinou liminarmente o bloqueio de bens do prefeito, do secretário municipal de Saúde e de um assessor de Planejamento de Porecatu (Região Metropolitana de Londrina).

Os três são investigados por suspeita de fraude em licitações conduzidas pelo Município. A suspeita é de direcionamento de processos licitatórios para enriquecimento ilícito – também são requeridos na ação os particulares possivelmente beneficiados com a prática.

O montante a ser bloqueado solidariamente entre os réus é de R$ 180 mil.

PlayFM - Ao vivo
PlayTV - Ao vivo
Contato

Fale com a gente!