Search

Filé-mignon tem a maior queda de preço entre as carnes em um ano

Pelo oitavo mês consecutivo, o preço da carne bovina registrou queda em agosto. Segundo o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), do IBGE, divulgado nesta terça-feira (12), o recuo foi de 1,90%. Todos os cortes bovinos que fazem parte do índice da inflação oficial tiveram redução no mês e acumulam queda de 9,80% em 12 meses. Mas o filé-mignon é o que teve o maior recuo, de 15,09%, nos últimos 12 meses. Já a inflação oficial no período acumula alta de 4,61%

O economista Matheus Peçanha, do FGV-Ibre (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas), explica que a redução no custo dos produtores acabou se refletindo no bolso do consumidor. E o cenário puxou para baixo projeções de inflação. “De 2020 até metade do ano passado, esse custo estava jogando contra, estava encarecendo muito por conta da entrada de várias cadeias globais, com o preço de várias commodities agrícolas em alta. Isso levava a um efeito dominó nos preços dos produtos ao consumidor na gôndola”, afirma Peçanha.

Agora o que está ocorrendo é o inverso. Segundo o economista, desde o segundo semestre do ano passado esses custos caíram, principalmente o preço da soja e do milho, que são os principais componentes da ração para o gado. Além disso, o aumento da produção e a ligeira queda nas exportações tiveram reflexos nos preços.

PlayFM - Ao vivo
PlayTV - Ao vivo
Contato

Fale com a gente!