Search

Eclipse lunar parcial ocorrerá neste sábado (28); veja como observar

São Paulo – Outubro está se mostrando um excelente momento para os entusiastas da astronomia. No início do mês, o mundo maravilhou-se com um belo ‘anel de fogo’ no céu e no próximo sábado (28) é a vez da Lua ser o centro das atenções finalizando a temporada de eclipses em 2023.

O eclipse lunar será totalmente visível do Leste das Américas, Europa, África, Ásia, Austrália, Ártico e a Antártica.

Como será o eclipse lunar parcial

O espetáculo celestial terá início no sábado, 28 de outubro, coincidentemente com a Lua do Caçador, lua cheia do mês de outubro. Classificado como um eclipse lunar parcial, uma vez que, neste momento, a Terra, a Lua e o Sol não estarão perfeitamente alinhados, o fenômeno será visível de todo mundo, mas alguns locais conseguirão vê-lo completo, enquanto outros poderão ver apenas parte dele.

O eclipse começa quando a Lua gradualmente se move para a penumbra, a sombra externa mais clara da Terra. A fase penumbral começa às 15h01, quando a Terra se move entre a Lua e o Sol, lançando a sombra da Terra na superfície lunar.

Enquanto a Terra se move, a Lua experimenta uma invasão gradual da superfície lunar. No Brasil, esta transição começará às 16h35, seguida pelo eclipse máximo. Durante esta fase, a umbra da Terra cobrirá uma parte substancial da lua, começando às 17h14.

O eclipse parcial termina quando a lua sair da umbra e retornar à penumbra, marcando um segundo estágio de eclipse penumbral às 18h52. O eclipse lunar terminará às 19h26, encerrando o espetáculo. O eclipse completo vai durar 4 horas e 25 minutos e a fase parcial o 1 hora e 18 minutos.

Gostou do conteúdo? Então, fique por dentro de todos os eventos astronômicos aqui no TecMundo e aproveite para descobrir se é mito ou verdade que as fases da lua afetam o humor das pessoas.

PlayFM - Ao vivo
PlayTV - Ao vivo
Contato

Fale com a gente!