Search

Casal foragido é suspeito de ter matado e ateado fogo em corpo de empresário em Londrina

Londrina – A Delegacia de Homicídios de Londrina avançou nas investigações do assassinato do empresário Adriano Aparecido Allio, de 58 anos, encontrado morto dentro de um carro em chamas em uma estrada rural nos fundos do residencial Bem Viver, na zona norte de Londrina, durante a manhã do dia 30 de outubro.

Segundo o delegado João Reis, a polícia procura um casal, que está foragido. Segundo ele, o homem e a mulher, que não tiveram as identidades reveladas, são os principais suspeitos pelo crime.

De acordo com Reis, Allio teria tido um caso extraconjugal com a suspeita em 2014 e ela alega que teve um filho com ele e estaria cobrando um valor de R$ 13 mil, relativo a pensão atrasada. Ainda segundo o delegado, as investigações dão conta que Allio teria voltado a se relacionar com a mulher recentemente, o que teria provocado ciúmes do atual companheiro.

PlayFM - Ao vivo
PlayTV - Ao vivo

Acompanhe ao vivo